Como quebrar as regras do design de portas

26 Maro 2021

Parece um sonho: poder projetar tudo o que nos vem à cabeça, sem nos preocuparmos com a realização. Parece demasiado bom para ser verdade.

Resgate a sua liberdade de design

Talvez, em alguns casos, seja mesmo assim. Existem muitas regras implícitas e explícitas que a arquitetura e o design têm de respeitar. Contudo, existem situações em que pode voltar a ter a sua liberdade de design graças a soluções inteligentes que já se encontram acessíveis, mas nem todos conhecem. E isto é especialmente verdade no caso da arquitetura e do design de portas.

Porta de entrada pivotante de Gavin Maddock com uma dobradiça pivotante System M da FritsJurgens

Porta de entrada pivotante de Gavin Maddock com uma dobradiça pivotante System M da FritsJurgens

Portas psicológicas

As portas têm um papel de enorme importância na perceção de um espaço. Dentro de um edifício, as portas criam espaços para além do que é visível aos olhos.

Uma parede sem porta é simplesmente uma parede, sem sugerir algo que possa esconder-se por trás. Uma parede com uma porta alarga o inteiro edifício permitindo que a mente se interrogue sobre o que pode existir além dessa porta.

Porquê contentar-se com menos?

Além do objetivo psicológico das portas, existem as inúmeras possibilidades de design que as mesmas oferecem. Uma porta e o seu design podem influenciar positivamente a atmosfera de um espaço ou de um edifício, e os designers e arquitetos levam isso muito a sério.

Por exemplo, uma entrada é muitas vezes o primeiro elemento tangível de um edifício que encontramos, e dá a tónica para o resto do interior. É lamentável quando portas de interior básicas empobrecem um interior lindo. Porquê contentar-se com soluções medíocres quando pode criar algo que é muito mais do que uma entrada?

Porta pivotante de entrada em cobre com dobradiça pivotante System M, projetada por Porebski Architects, fabricada por Cumberland Building, fotografada por Peter Bennetts

Porta pivotante de entrada em cobre com dobradiça pivotante System M, projetada por Porebski Architects, fabricada por Cumberland Building, fotografada por Peter Bennetts

Além das portas com dobradiças básicas

Ao projetar uma afirmação de design com uma porta, rapidamente perceberá que um tipo de porta básico com dobradiça não será suficiente. Devido a aspetos relacionados com o peso e as dimensões, a escolha mais lógica é muitas vezes uma porta pivotante.

Uma porta pivotante roda num eixo vertical, determinado pela dobradiça pivotante e a colocação do pivô superior. O eixo vertical cria uma tela de rotação livre em que pode ser incorporado qualquer design, e confere à porta um movimento espetacular. Este movimento faz com que o seu design se transforme numa experiência, em vez uma mera passagem.

Além disso, as portas pivotantes com as ferragens adequadas podem sustentar pesos enormes e qualquer tipo de dimensão de porta. Contudo, nem sempre as ferragens pivotantes estão à altura. A dobradiça pivotante pode, infelizmente, criar alguns problemas.

Porta pivotante de interior assertiva, de aço perfurado. Por Studio Tamat, com a dobradiça pivotante System M da FritsJurgens

Porta pivotante de interior assertiva, de aço perfurado. Por Studio Tamat, com a dobradiça pivotante System M da FritsJurgens

“Uma porta pivotante é demasiado desafiante e excessivamente cara”.

O processo de instalação de um sistema de dobradiça pivotante integrado no piso não é nada fácil. De tal forma que muitas vezes o seu design de porta pivotante precisará de uns ajustes ou, ainda pior, será descartado, mesmo que tente evitá-lo de todas as maneiras.

A instalação de uma dobradiça pivotante integrada no piso é dispendiosa e demora vários dias; no caso de piso radiante pode dizer adeus à porta pivotante; devem ser tomadas precauções especiais para o piso na primeira fase de construção, o piso tem de ser aberto novamente numa fase posterior, sobretudo em situações pré-existentes; ajustar a posição da porta é impossível e, por último mas não menos importante, é necessário colocar sobre o piso uma placa de cobertura, por vezes grande e antiestética, e completamente desfasada com o design de interiores.

Mesmo com uma placa de mosaico, que é dispendiosa e precisa de muita atenção ao pormenor e tempo para a tornar perfeita, os contornos da placa de cobertura ficarão visíveis no piso.

Não se deixe intimidar pelas regras

Não desista logo da porta pivotante. A FritsJurgens criou várias dobradiças pivotantes que resolvem todos os problemas listados acima. Além de serem fáceis de instalar, estas dobradiças possibilitam uma altura ilimitada de porta e sustentam pesos de até 500 kg. As dobradiças pivotantes FritsJurgens não são colocadas no piso mas na própria porta. Este aspeto crucial faz toda a diferença, dando-lhe license to dream.

Poupe tempo e dinheiro

Ao instalar a dobradiça pivotante FritsJurgens, as únicas intervenções no piso são pinos de 8 mm que fixam a pequena placa de piso no seu lugar. Esta placa substitui a placa de cobertura de um fecho integrado na porta. A dobradiça pivotante, escondida na parte inferior da porta, apoia-se nesta placa de piso.

Não é preciso fazer quase nada no local, apenas instalar a placa de piso, a placa do teto, e a porta estará finalizada quando o piso final estiver colocado. Toda a instalação demora apenas trinta minutos. Isto faz poupar imenso tempo e dinheiro, até aproximadamente €1500.

Sem compromissos

As dobradiças pivotantes FritsJurgens podem ser instaladas em situações novas e pré-existentes sem abrir o piso. Não são necessárias medidas precaucionais especiais.

Os pisos radiantes, graças aos pinos curtos da placa de piso, não são um problema. Além disso, a placa de piso não interferirá com o design da sua entrada ou do interior. As placas de piso estão disponíveis em vários designs, todas são resistentes aos riscos e muito pequenas. Por fim, e mais importante: estas dobradiças devolvem-lhe a sua liberdade de design.

Uma placa de piso FritsJurgens. Estão disponíveis em várias formas e cores.

Uma placa de piso FritsJurgens. Estão disponíveis em várias formas e cores.

Uma placa de piso FritsJurgens de aço inoxidável por baixo de uma porta pivotante. A dobradiça pivotante está escondida no caixilho de madeira da porta, por cima da placa de piso.

Uma placa de piso FritsJurgens de aço inoxidável por baixo de uma porta pivotante. A dobradiça pivotante está escondida no caixilho de madeira da porta, por cima da placa de piso.

O System M+ da FritsJurgens

As dobradiças pivotantes FritsJurgens estão disponíveis em quatro gamas: além de System One, System 3 e System M, cada um com as suas características únicas, em 2020 a FritsJurgens lançou System M+, um sistema de dobradiça pivotante que acrescenta um novo nível de ajustabilidade à gama existente System M, conhecida por esta característica.

Esta dobradiça pode sustentar portas com pesos de até 500 kg, oferecendo ao mesmo tempo a possibilidade de ter portas com alturas ilimitadas. A dobradiça fará com que o movimento da porta pivotante esteja completamente sob controlo, mesmo quando uma porta pesa 500 kg e tem uma altura de 7 metros.

O movimento de qualquer sistema de dobradiça pivotante da gama System M pode ser facilmente ajustado na parte inferior da porta, a qualquer altura, após a instalação da mesma.

Saiba mais sobre o processo de instalação da dobradiça pivotante FritsJurgens e sobre a sua ajustabilidade aqui.

A dobradiça pivotante System M+ da FritsJurgens e um pivô de topo.

A dobradiça pivotante System M+ da FritsJurgens e um pivô de topo.

Go big or go home

As dobradiças pivotantes FritsJurgens dão aquela liberdade de design que os designers e os fabricantes procuram. Tudo é possível em termos de material, da madeira ao metal até ao mármore. Estas dobradiças permitem-lhe deixar de contentar-se com soluções medíocres e começar a fazer afirmações de design. Existem exemplos de portas pivotantes com 7 metros de altura, pesos de 500 kg e que continuam a mover-se de forma impecável, graças a tecnologias hidráulicas.

Projete aquela porta extraordinária

É verdade, na maioria dos casos a realização do seu projeto vai dar-lhe muitos problemas. Mas os seus designs de portas não. Ou pelo menos vão deixar de o fazer. As regras implícitas para o design de portas já não valem e passa a vigorar a liberdade de design. Só precisa adotar as soluções inteligentes que já se encontram acessíveis.

Obrigado por inscrever-se.